Publicado em

Quais as principais diferenças técnicas entre o Futsal e Futebol?

O Futsal assim como o Futebol são esportes coletivos de invasão com características de cooperação-oposição. Logo, companheiros da mesma equipe cooperam entre si frente à oposição gerada pelos jogadores adversários. Ambos jogam em um espaço delimitado, e com o mesmo objetivo principal do confronto que é o sucesso na marcação do “gol”. Porém, de antemão, há de ressaltar que todas as ações motoras dos jogadores, numa disputa, ocorrem por intermédio da bola, respeitando as regras do esporte em questão. Mas será se há diferenças entre futsal e futebol?

Resumidamente, o jogo de Futebol e Futsal apresentam, sob a ótica estrutural, os mesmos seis elementos:

  • Bola;
  • Terreno de jogo;
  • As metas;
  • Companheiros;
  • Adversários;
  • Regras específicas.

Vejamos que a partir da análise estrutural das duas modalidades, nota-se uma semelhança entre Futsal e Futebol. Em síntese, as interpretações acerca dos conceitos inerentes a ambos esportes, se fragmentam em quatro dimensões: física, psicológica, tática e técnica.

Dessa maneira, essas comparações, muitas vezes são prejudiciais para o desenvolvimento de jogadores que praticam uma ou as duas modalidades. E pode causar dificuldades para treinadores quem não compreenda as diferenças entre esses dois esportes. Uma vez que o Futsal é muito utilizado durante o processo de formação de jovens jogadores nas categorias de base de clubes e escolas de Futebol. Por isso, por envolver praticantes que fazem em certo momento a transição de uma modalidade para outra, e fugindo da perspectiva de análise fragmentada, vamos entender as características técnicas do Futsal e as principais semelhanças e diferenças com o Futebol.

Diferenças entre o Futsal e Futebol

Não vamos nos aprofundar nas diferenças de regras, sistemas-táticos e nem às diferenças na demanda física, já que são evidentes, e mereceria um texto específico para cada um desses temas.  Mas é interessante destacar que tanto no Futebol quanto no Futsal, o jogo é organizado num conjunto próprio de movimentos técnicos. Assim, através da relação dos segmentos corporais inferiores com a bola, o indivíduo expressa ideias, sentimentos e, de maneira geral a essência da sua forma de jogar e atuar. Nesta relação com a bola há a maior semelhança entre esses dois esportes.

Por outro lado, a quantidade das ações realizadas durante o jogo, revela uma grande diferença de um esporte para o outro. Por exemplo, no Futebol, utiliza-se o cabeceio com maior frequência em passes ou finalizações aéreas. Já no Futsal, o gesto também se faz presente, mas com menor periodicidade, dado que a bola permanece mais tempo em contato com o solo. Outro exemplo são lançamentos e cruzamentos, que são passes de longa distância muito executados no Futebol. Enquanto que no Futsal, domínios com a sola do pé e as “pisadas” não mais evidenciadas.

Portanto, tanto o jogo de Futsal quanto de Futebol ocorrem num contexto de elevada aleatoriedade, imprevisibilidade e variabilidade. Porém, devido ao menor espaço de jogo e à velocidade de execução, alguns fatores permitem certa peculiaridade ao futsal. Como exemplo, o tempo de ação/reação, por parte dos atletas, frente às resoluções das problemáticas que se apresentam na disputa, e a agilidade em tomada de decisões motoras.

Por que usar o Futsal na iniciação

Em síntese, o Futsal apresenta essas principais particularidades:

  • Características multifuncionais dos atletas, devido a obrigação de atacar e defender com o mesmo grau de exigência;
  • Os jogadores participam da partida durante períodos/ciclos, saindo e retornando diversas vezes, o que eleva a dinâmica e a intensidade do jogo;
  • A superação numérica mediante desenvolvimento da partida, com a utilização do Goleiro Linha;
  • E o papel determinante das Transições Defesa/Ataque ou Ataque/Defesa, o que exige inteligência e leitura antecipada das ações e dos movimentos realizados.

Portanto, para quem busca trabalhar com o Futsal, é necessário ter conhecimento dos conteúdos técnicos específicos da modalidade e as principais diferenças com o Futebol. Principalmente para profissionais que iniciam o trabalho com jogadores da base ou iniciação, e que pretendem utilizar o Futsal como um recurso importante na formação de base.

Confira um episódio do Podcast Ciência da Bola que fala sobre o assunto: