Publicado em

Importância do Futsal para o Futebol

Frequentemente vemos profissionais do meio do futebol serem indagados sobre a importância do Futsal na formação do atleta para, futuramente, adentrar no Futebol. Em suma, as respostas compreendem que o Futsal é um esporte importante para o coirmão, pois ele induz o atleta a tomar decisões mais rapidamente.

No entanto, como estamos falando da tomada de decisão, não seria mais interessante para o futuro atleta de futebol tomar decisões no contexto competitivo desse esporte? Não necessitando, portanto, de outro esporte para servir como apêndice?

Por outro lado, se constatarmos que é realmente importante o ambiente competitivo do Futsal para o atleta de Futebol, é possível haver transferência de habilidades motoras de um esporte para o outro?

Vamos responder estas perguntas no decorrer do texto.

Abordagem pedagógica centrada no Ensino dos Jogos Desportivos Coletivos

Há muito, o autor francês Claude Bayer constatou que perante o grande número de esportes coletivos existentes, professores dão preferência a somente uma atividade específica no momento em que definem o planejamento das atividades. Seja em função das condições materiais que a instituição – escola convencional ou de escolinhas esportivas – oferece ou por motivos socioculturais.

Nesse sentido, o autor apresentou princípios operacionais válidos aos esportes pertencentes à categoria dos Jogos Desportivos Coletivos (JDC). Assim, os professores podem construir uma estratégia pedagógica que privilegie o ensino das competências motoras gerais, em detrimento da especialização precoce em qualquer esporte.

“Privilegiando […] a aprendizagem destes princípios operacionais transferíveis de uma atividade para a outra, e as atitudes consequentes, os docentes poderão preparar cada jogador para a prática posterior a especialidade da sua escolha”.

(BAYER, 1994, p. 7).

Dessa forma, ao apresentar uma proposta pedagógica unificada, de maneira racional e coerente, de diversas modalidades esportivas pertencentes ao universo dos Jogos Desportivos Coletivos, é necessário trazer ao debate o pressuposto teórico que sustenta a tese de Bayer: o conceito de transfert, ou seja, transferências de habilidades motoras de um esporte para o outro.

Transferência de Habilidades Motoras

“[…] existe um transfert da aprendizagem sempre que uma aprendizagem modifica, facilitando, ou pelo contrário inferindo com ela, uma outra aprendizagem, e que se lhe segue ou a que a precede”

(BAYER, 1994, p. 18).

A citação acima não compreende a totalidade de significação sobre o transfert, no entanto, se mostra como uma boa introdução para compreendermos tal conceito. Portanto, o transfert se apresenta como:

Transfert proativo – aprendizagem anterior modifica a aprendizagem presente:

  • Com efeito positivo (facilitação proativa);
  • Com efeito negativo (interferência ou inibição proativa);

Transfert retroativo – a aprendizagem atual modifica os hábitos adquiridos anteriormente:

  • Com efeito positivo (facilitação retroativa);
  • Com efeito negativo (interferência ou inibição retroativa).

Em contrapartida, para que a abordagem pedagógica seja eficiente, o professor deve estar ancorado numa teoria da aprendizagem condizente com o que vimos até então.

“O transfert nesta abordagem fenômeno-estrutural, que será por nós adotada, assenta sobre o conjunto de estruturas existente entre duas tarefas, conjunto reconhecido pelo sujeito. Porque este último, em relação ao enquadramento, adota uma atitude que lhe permite assinalar, ou não, esta analogia, e isto em função das significações que dá às diversas situações por que passa, que interpreta, organizando a sua percepção e que orienta a escolha dos diferentes meios, que selecionará de maneira mais ou menos explícita e utilizar no seu contato real “aqui e agora.”

(BAYER, 1994, p. 25).

Em suma, o autor francês considera que se o transfert da aprendizagem existe, o mesmo deve ser interpretado à luz da teoria fenômeno-estrutural. Isso porque, segundo o autor, a aprendizagem será facilitada logo que o jogador percebe, em uma estrutura do jogo, uma identidade com uma estrutura já encontrada em outro momento.

Qual a importância do Futsal para a formação do atleta de Futebol?

Por fim, considerando o tansfert de habilidades motoras, é evidente a importância do Futsal para a formação do futuro atleta de futebol. No entanto, precisamos entender que não somente o Futsal, mas sim todos os esportes coletivos são importantes para a aquisição de habilidades motoras da criança.

Ainda assim, é necessário ressaltar que, desde o princípio, a abordagem pedagógica considere a intencionalidade, tanto ao nível do ensino como da aprendizagem, como fator preponderante neste contexto. Ou seja, para que a transferência de habilidades motoras de um esporte para outro – em nosso caso, Futsal para o Futebol – seja efetiva, o professor deve ter um programa de treinamento bem planejado e centrado, intencionalmente, no objetivo preconizado.

Contatos do autor:
E-mail: tassiosardinha@gmail.com
Instagram: @tsardinha1

Links e Referências

O ensino dos desportos coletivos

Confira abaixo um episódio do Podcast sobre o assunto: