Publicado em

Quem ensina o treinador de futebol?

Nos textos anteriores foram abordados assuntos sobre as responsabilidades dos treinadores, a sua trajetória profissional, além das suas devidas formações. No entanto, quem treina/ensina o treinador de futebol?

Atualmente, há inúmeras literaturas sobre pedagogia e sobre técnicos vencedores, mas as pessoas sentem dificuldades de colocar os aprendizados em prática. Ou seja, não existe fórmula mágica para se ganhar os jogos ou ministrar aulas. Tanto no contexto de recreação até no mais alto nível.

Além disso, as disciplinas durante a graduação em Educação Física podem auxiliar, mas será que são suficientes? E a experiência como atleta profissional é capaz de abordar todos os conhecimentos que serão necessários para o cargo de treinador de futebol?

Formação continuada do treinador de futebol

A princípio vale destacar que diversas instituições com excelentes professores promovem cursos de alta qualidade. Além das empresas que licenciam os treinadores, expostos no texto “formação do técnico de futebol”, há também muitas outras. Ciência da Bola, Futebol Interativo, Universidade do Futebol e NUPEF na Universidade Federal de Viçosa, são alguns exemplos, nos quais promovem a educação no futebol. Por isso, é importante estar sempre se capacitando, ainda mais em um período com tantas informações e desinformações.

Em segundo lugar, vale destacar os outros esportes e as demais áreas, pois pode auxiliar o treinador de futebol durante algumas ocasiões. Conforme o professor universitário e filósofo Manuel Sérgio:

“Para saber de futebol, é preciso saber mais do que futebol. Se o futebol é uma atividade humana, tudo o que é humano lhe diz respeito. E não só especificamente o futebol”.

Dessa forma, para saber mais de futebol, é satisfatório ter entendimento do vôlei, basquete, filosofia, geografia etc. Por isso, o professor escolar pode se tornar um treinador de treinadores de futebol. Apesar disso, ainda assim não é o suficiente. É preciso dar o primeiro passo na prática. Alguns estudos apontam que quanto mais experiente o treinador, maior o seu aprendizado.

Autoconhecimento do treinador de futebol

Na literatura, quando o técnico de futebol possui conhecimento de si mesmo, o saber da sua identidade e da sua filosofia pode auxiliar em seu trabalho. Em outras palavras, eles tomam melhores decisões. Mas como eu posso desenvolver essa capacidade?

É aí que entram as reflexões, o cuidado e a humildade. No futebol, não há verdades absolutas. Em um dia a ciência pode provar alguma situação, porém, no dia seguinte a mesma situação pode ser refutada. O mundo se encontra em constante mudança, e no futebol não é diferente. Então reflita, questione os outros, saiba os seus limites e respeite o dos outros.

Dessa forma, os treinadores de futebol também aprendem com psicólogos para desenvolver o autoconhecimento. E consequentemente, transmitir a sua ideia com maior lucidez.

Outros esportes também ensinam treinadores de futebol

Sobre enxergar os seus limites, Josep Guardiola mostra esse ensinamento através de um diálogo com o enxadrista: Garry Kasparov. Guardiola diz que não tem propriedade para falar sobre pênaltis, pois não havia estudado sobre. Resolveu passar a tarefa para o seu colega de comissão, o qual é o melhor batedor de pênaltis da história de polo aquático, Manel Estiarte. Com os conselhos de Manel, a equipe acertou todas as penalidades, saindo do jogo vitorioso.

Já na fase de iniciação, por exemplo, um cenário vantajoso de interdisciplinaridade é o habilidoso Zlatan Ibrahimovic. Conhecido pelos gols acrobáticos, quando criança praticava o taekwondo. Logo, não é surpreso o jogador ter um repertório motor diferente dos demais. Caso o treinador de futebol saiba disso, há a possibilidade de influenciar as crianças a exercerem outros esportes. Em razão de que, futuramente, o indivíduo pode dispor de capacidades acima da média.

Em conclusão, fica claro o tanto de áreas que servem para o aprendizado dos técnicos. Os fatores supramencionados são apenas alguns dos treinadores do treinador de futebol. Inclusive as questões dentro de si mesmo, seja para qual contexto estiver inserido. Basta saber aproveitá-los quando tiver oportunidade de relacioná-lo com o futebol.

Instagram: @g_tadashi

Confira um episódio do Podcast Ciência da Bola que fala sobre o assunto: