Publicado em

Patrocinadores no futebol

É evidente que a pandemia afetou o faturamento dos clubes do mundo todo, principalmente pela falta de público nos estádios. Por isso, uma das poucas receitas não afetada é a de patrocínio, uma das principais fontes de receitas dos times brasileiros. Os patrocinadores no futebol sempre foram importantes e, no momento que vivemos atualmente, são imprescindíveis para os clubes.

Nos últimos anos, muitas empresas passaram a investir no futebol devido à sua grande audiência, fazendo as empresas terem muita visibilidade. Dessa forma, alguns clubes optam por ter um patrocinador exclusivo, já outros preferem um acordo com várias marcas. E, ainda nesse sentido, caso o clube conquiste algum título durante a parceria, lembrarão da marca com mais admiração, tanto os torcedores como a mídia.

Atualmente, existem marcas que investem em alguns clubes grandes do futebol brasileiro. Há parcerias que já duram anos e obtiveram grandes conquistas, já outras fecharam seus acordos recentemente e ainda estão na fase inicial.

Patrocinadores no futebol brasileiro

Flamengo e Banco de Brasília

O acordo entre Flamengo e BRB foi firmado em julho de 2020 e oficializado após a aprovação do conselho deliberativo. A parceria renderá cerca de R$ 35 milhões ao time carioca, além dos valores acordados ao atingir as metas pré estabelecidas.

Como resultado, o Flamengo tem sua marca estampada nos cartões pré-pagos e de débitos distribuídos aos clientes após o lançamento da plataforma digital. Os valores dessa parceria serão divididos igualmente entre as partes.

Apesar de pouco tempo, a parceria já está rendendo bons frutos para ambos os lados. O banco digital Nação BRB Fla alcançou a marca de 200 mil contas abertas, que representam 55% das contas do BRB.

Palmeiras e Crefisa

A parceria entre Palmeiras e Crefisa é umas das principais do futebol brasileiro nos últimos anos, começando em 2015 e durando até 2021. Durante esse período, a parceria obteve muitas conquistas, entre elas a Libertadores de 2020, uma grande obsessão para todos os palmeirenses.

O último anúncio relacionado ao acordo foi feito em 2019, com informação de valores pagos até o final de 2021. Serão pagos R$ 6,8 milhões relacionados a marketing e quase R$ 35 milhões de acordo com as metas atingidas.

Além do patrocínio, a Crefisa também aproveita para divulgar seus produtos em jogos do Palmeiras. Ou seja, a grande visibilidade do clube faz com que os produtos de seus patrocinadores sejam conhecidos por todos os torcedores.

Grêmio, Internacional e Banrisul

A dupla grenal possui o mesmo patrocinador há muitos anos, pois a marca opta por investir nos dois times igualmente. Isso se deve pela grande rivalidade que os clubes possuem, onde os torcedores dificilmente consomem produtos relacionados ao rival.

Os clubes recebem o mesmo valor de patrocínio e expõe a marca em duas posições diferentes, máster e manga da camisa. Assim, a dupla receberá cerca de R$12,8 milhões por ano de patrocínio máster, e R$ 3,8 milhões referente a manga da camisa. 

Dessa maneira, é possível concluir o quão importante são os patrocinadores para todos os times de futebol. A importância deles fica ainda mais evidente durante a pandemia, onde são quase a única fonte de receita dos clubes. É por isso que, uma boa gestão no futebol é fundamental no relacionamento com patrocinadores atuais, auxiliando também na captação de novos parceiros.

Contato da autora:
Instagram: @borges_aline08

Confira abaixo um episódio em nosso Podcast sobre o assunto: