Morre Fernando Ferretti, técnico de futsal, aos 69 anos

Nesta quarta-feira (12), o mundo do futsal recebeu uma triste notícia com o falecimento de Fernando Ferretti, renomado técnico da modalidade, aos 69 anos de idade. Sua partida deixou uma lacuna no esporte que ele tanto amou e contribuiu ao longo de sua carreira.

Considerado um dos grandes nomes do futsal brasileiro, Ferretti deixou um legado inegável. Ele passou por diversos clubes importantes, incluindo a Seleção Brasileira, onde comandou a equipe masculina. Sob sua liderança, a seleção conquistou vários títulos, como o Mundialito de Futsal, a Copa das Nações, a Piramid’s Cup, duas Copas Latinas de Futsal e a medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos de 2007.

No cenário de clubes, Ferretti fez história ao treinar equipes como Jaraguá, Santos, Joinville, Corinthians, Magnus e Leoas da Serra (feminino). Ele conquistou cinco Ligas Nacionais, 11 Taças Brasil, quatro Superligas, cinco Libertadores, além de várias conquistas em nível estadual. Seus feitos o tornaram o técnico com mais títulos nessas competições.

A notícia da morte de Ferretti foi recebida com tristeza por jogadores, fãs e entidades ligadas ao futsal. A Confederação Brasileira de Futsal (CBFS) emitiu uma nota oficial lamentando a perda de Ferretti e destacando seu legado. A CBFS decretou cinco dias de luto em razão do seu falecimento, reconhecendo que sua liderança inspirou gerações de atletas e técnicos, contribuindo para o fortalecimento e popularização do futsal.

Fernando Ferretti deixará saudades no futsal brasileiro, mas seu impacto duradouro continuará a ser sentido, tanto pelos títulos conquistados quanto pela sua influência no esporte. Sua dedicação e paixão pelo futsal deixam um legado inspirador para todos os que amam esse esporte emocionante. Descanse em paz, Fernando Ferretti.